Via principal só para ônibus e pedestres

Via principal só para ônibus e pedestres

Movimento Conviva

E se a icônica Avenida Paulista, na cidade de São Paulo, permitisse o trânsito dos paulistanos apenas de ônibus ou a pé? Foi exatamente isso que Buenos Aires, capital Argentina, fez na Avenida 9 de Julio.

A rua, antes da mudança, era cenário de intenso congestionamento entre automóveis, táxis, caminhões e ônibus. Em sete meses e sob o custo de aproximadamente 25 milhões de dólares, a paisagem mudou completamente:

Antes e depois no centro de Buenos Aires. Foto: reprodução

A medida substituiu quatro grandes vias para veículos motorizados por corredores de ônibus, ação que beneficiou cerca de 200 mil usuários do transporte público, reduzindo viagens que antes duravam uma hora, por exemplo, para 40 minutos ou menos.

Avenida 9 de julho em Buenos Aires antes dos corredores de ônibus serem colocados. Foto: Juanedc/Flickr/CC

O novo sistema Metrobus inclui pontos de ônibus que, além de excelentes amplos abrigos do sol ou da chuva, possuem conexão Wi-Fi.

Como nem tudo são flores, a ideia sofreu críticas. Primeiramente, porque foi necessário remover 1.500 árvores, embora essas tenham sido replantadas em outras áreas de Buenos Aires. Além disso, a ideia de centralizar o transporte foi criticada pelos que viam como melhor solução usar apenas o entorno da avenida para os corredores de ônibus.

Os ônibus foram redirecionados de ruas laterais para os novos corredores, dando espaço para os pedestres. Foto: Fabricio Di Dio/ITDP

Com o novo sistema em operação, as críticas praticamente desapareceram, já que até os motoristas de automóveis se beneficiaram com a maior fluidez no tráfego.

Graças às mudanças na Avenida 9 de Julio, estima-se uma redução das emissões de carbono em 5.600 toneladas por ano, o que seria equivalente a tirar 4.300 carros da rua durante 12 meses.

Com informações do Atlantic Cities.

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran