Veja e seja visto

Veja e seja visto

Movimento Conviva

Em tempos de redes sociais, celebridades anônimas instantâneas, 15 minutos de fama, ver e ser visto é um desejo cada vez mais atual. Mas nossa abordagem é outra. Você está vendo e sendo visto quando sai de casa?

Ver e ser visto são práticas que representam muito (segurança, respeito, convivência em harmonia) em espaços públicos, princpalmente nas ruas. Ambas atitudes são aplicadas a qualquer que seja o modal de transporte, mas será que estamos dando a devida atenção a isso? Será que estamos agindo para executar essas duas tarefas “simples”?

 

 – Retrovisores são itens imprescindíveis. Em automóveis, motos, bicicletas. Devem estar limpos, inteiros, bem fixados e regulado para o condutor. Como está o seu?

 – Você tem problema de visão? Então nada de sair de casa sem óculos ou lente, nem que seja por um pequeno trajeto. Acidentes e situações de risco não escolhem distância, horário e ocasião. Isso se aplica a condutores de veículos e pedestres.

 – Faróis, lanternas, setas, pisca alertas devem estar funcionando corretamente e os condutores atentos para acioná-los adequadamente.

 – Vai correr numa área com tráfego e pouco iluminada? Utilize roupas de cores chamativas e tênis com refletores de luz.

 – Refletores de luz também são aliados de ciclistas e motociclistas. Aplicados nos capacetes e nos próprios veículos facilitam a identificação e previnem atropelamentos.

 – Buzina e farol alto são eficientes como alertas de dia e noite, mas cuidado ao utilizar. Nada de excesso ou insistência, atitudes que os transformam em catalizadores de discussões. Não se esqueça de hospitais, escolas, áreas residenciais durante a noite, etc.

 – Ao atravessar, dê preferência para faixas de pedestres iluminadas, sinalizadas e caso não existam se posicione de forma segura, mas que garanta que você seja visto.

 – Sair de garagens, em especial subterrâneas, é um momento de risco que requer prudência de todos os envolvidos: quem sai, quem entra, quem anda pela calçada, quem está passando pela via.

 – Palhetas velhas e mal conservadas dificultam a visibilidade dos motoristas. Não esqueça de verificar sempre as condições desse item.

 – Insul Film deve ser usado com consciência. O condutor deve instalar um tipo que seja adequado às suas capacidades de visualização e não um que o exponha a riscos pura e simplesmente por estética ou segurança contra assaltos, furtos e roubos.

 – Ao manobrar não tenha receio de olhar diversas e diversas vezes ao seu redor para garantir que está visualizando todos os obstáculos. Pequenos postes de ferro, correntes e até uma criança podem ser atingidos caso não o faça.

– Motoristas de caminhões, ônibus e demais veículos altos devem redobrar atenção. Devido às suas características, esses veículos têm mais pontos cegos e muitas vezes até veículos de passeio se muito próximos podem não ser vistos, por exemplo, numa mudança de faixa. A dica vale para todos. Os menores devem ter cuidado ao se aproximar e jamais disputar espaço, ainda mais, quando não têm certeza de que foram vistos.

– Em situações com o sol de frente para você, use óculos escuros e em automóveis, o quebra-sol. Os dois são soluções que reduzem o efeito da luminosidade e garantem condições para continuar o seu trajeto.

 

E aí, vamos conviver? Vamos ver quem está ao nosso redor? Vamos ajudar aos que estão ao nosso redor a nos enxergarem?

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa São Paulo

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran