Vagas vivas: o mundo é dos parklets

Vagas vivas: o mundo é dos parklets

Movimento Conviva

Áreas antes destinadas a carros são transformadas em espaços de convivência. É assim que os “parklets” são conhecidos mundialmente. A famosa iniciativa também aconteceu no Brasil, em várias edições do Dia Mundial sem Carro (22 de setembro), sob o nome de “Vaga Viva”.

Nesses espaços públicos em que aparentemente cabe só um veículo, muitas coisas são feitas para despertar essa noção de que a rua é abrigo limitado só pela criatividade: jardins e picnics acontecem com as pessoas ali, muito bem acomodadas.

Essa iniciativa é bastante popular em São Francisco, nos Estados Unidos. Em 2005, um ativista anônimo colocou, em uma vaga, algumas moedas, grama artificial e uma espécie de árvore. A cidade, receptiva a ideias do tipo, logo criou o programa Pavement to Parks – e, em seu site oficial, diz-se que a inspiração vem de Nova York, uma das maiores metrópoles do mundo.

>> Mapa das vagas vivas em São Francisco
>> Vaga viva em SP: repensando a cidade

Na cidade californiana, até a Audi chegou a patrocinar um parklet grande, em 2011, que cobre 2 quadras próximas ao centro comercial de São Francisco – a Union Square.

Tomar um café, relaxar, apreciar o vai e vem urbano. Tudo isso em um espaço antes ocupado por um carro. Convivência, na essência. O que você acha dessa ideia?

 

Foto de capa: ciclourbano.org

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa São Paulo

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran