Urbanismo: mude sua cidade

Urbanismo: mude sua cidade

Movimento Conviva

Na Av. Paulista, em São Paulo, há bikes pintadas na faixa da direita. Em Curitiba, ciclistas pintaram uma ciclovia na Avenida Augusto Stresser, em 2007. Na Colômbia, foram pintadas ciclovias em seis cidades diferentes, pelos cidadãos, no último Dia Mundial sem Carro.

Esse movimento de intervenção urbana é um ato de cidadania popular em diversas cidades pelo mundo – as Leis locais aprovando ou não a atitude.

Bike boxes sendo pintadas em Pelotas, Rio Grande do Sul. Foto: urbanrepairs

A ideia, que implica na participação direta e também um pedido-manifesto por algo sobre o qual se encontra insatisfeito, pode ser bem ou mal vista. Tudo vai depender do local e do tipo de intervenção promovida.

Fato é que o tal do “Urbanismo Do it Yourself” (Faça Você Mesmo) é popular e atrai pessoas bem informadas sobre determinado assunto que podem se tornar os agentes de mudança do local onde vivem.

Mais do que estimular as mudanças, deixando marcas temporárias pela cidade, é importante pensar em estratégias que envolvam a comunidade. É dessa forma construtiva que atua o coletivo do Curativos Urbanos, aqui no Brasil. Já o Toronto Urban Repair Squad é a grande estrela canadense. Ah, e recentemente, na Praça do Ciclista, em São Paulo, foi criada a Horta do Ciclista.

Os espaços públicos, como ruas, parques e praças tornaram-se essenciais para que uma cidade seja bem sucedida. Foto: archdaily

Mais ativismo urbano:

>> Mundano transforma a vida de catadores

Essas e outras atitudes são pacíficas e estimulam bons sentimentos, enquanto abrem os olhos distraídos para um problema que deve ser resolvido. É convivência urbana, na veia. Concordam? 🙂

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa São Paulo

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran