Pedalando na chuva

Pedalando na chuva

Ciclofaixa

Foto: repdorução/Bol

É verão! Sol, calor e… chuva! Nós já estamos acostumados com as chuvas de verão e sabemos que elas sempre vêm. De forma inesperada, no final do dia, bem quando estamos saindo do trabalho. Ou, então, bem no meio daquela pedalada gostosa de domingo à tarde ou enquanto voltamos para a casa de bike.

Apesar de precisarmos tomar algumas medidas emergenciais, chuva não quer dizer que não dá pra pedalar. E para você que não se intimida com os pingos, vamos dar algumas dicas neste post.

 

Capa:

A melhor opção são as capas tipo poncho, que cobrem todo o tronco, cabeça e parte das pernas. Uma boa solução são aquelas capas de chuva transparentes e descartáveis que são vendidas até em bancas de jornal. Roupas de proteção como as utilizadas por motociclistas podem até parecer uma solução viável também, porém elas limitam a movimentação, o que não é legal e nem adequado para quem está pedalando. Aprenda com “O Ciclista Capixaba”, no vídeo abaixo, como fazer você mesmo a sua “capa poncho”.

Calçado:

Cubra seu calçado com uma bota de neoprene para isolá-lo. Outra solução, mais barata e rápida, porém menos elegante, é envolver os pés com sacolinhas plásticas. Mantenha meias e sapatos dentro da sacolinha amarrada. Melhor ainda se você usar duas em cada pé. 😉

 

Acessórios:

Use luvas, especialmente as que cobrem os dedos todos e que sejam impermeáveis e resistentes ao vento.

Óculos são essenciais. Na chuva, dê preferência às lentes amarelas ou transparentes, que aumentam a visibilidade. Existe um produto, o “anti-fog” que faz com que os óculos não embacem.

 

Paralamas:

Se você não quer chegar ao seu destino com a roupa imunda, instale paralamas na sua bike. Existem inúmeras opções em lojas especializadas e eles vão fazer toda a diferença.

Foto: reprodução

 

 

Redobre a atenção!

 

Poças e buracos:

Atenção redobrada no caminho durante a chuva. Poças d’água podem esconder buracos, pregos e outras surpresas desagradáveis. Pedale mais devagar, pois o asfalto fica escorregadio logo após o início da chuva e o risco de queda aumenta. Evite pedalar sobre faixas pintadas no asfalto, tampas de bueiro, “olhos de gato”, “tartarugas”, e muito cuidado com manchas de óleo.

Foto: reprodução

Para finalizar, não encha demais os pneus, utilize iluminação e roupas refletivas (a chuva e o brilho dos faróis reduz a visão dos motoristas), cuidado ao fazer curvas e ensaque tudo o que você estiver levando antes de colocar na mochila.

Depois de ler atentamente e gravar bem essas dicas, pegue a sua bike, pedale na chuva e seja feliz! 😀

 

Foto de capa: Flickr/Marc van Woudenberg

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa São Paulo

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran