Ciclovia faz crescer 132% do tráfego de ciclistas em avenida do Paraná

Ciclovia faz crescer 132% do tráfego de ciclistas em avenida do Paraná

Movimento Conviva

A Avenida Sete de Setembro, em Curitiba, viu o fluxo de ciclistas crescer 132,19% nos últimos oito anos. Isso aconteceu graças à redução da velocidade máxima para 30 km/h, um projeto batizado por todo o Brasil como Vias Calmas.

O dado é do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), que reúne estudos desde 2008.

Além da velocidade ter sido reduzida também foram implementados bike boxes, espaços que permitem ao ciclista largar à frente dos carros – ficam logo após as faixas de pedestres. Em São Paulo, essas “caixas” estão espalhadas por grandes vias, como a Consolação. O primeiro bike box do mundo surgiu nos EUA, em São Francisco, e desde então tem sido uma medida amplamente adotada pelo mundo para a melhoria da mobilidade urbana e segurança de ciclistas.

Os dados apontam que o crescimento de bicicletas circulando na Avenida Sete de Setembro cresceu, só entre 2013 e 2014, 53,79%. O acumulado de 2008 até 2016 é que soma os 132,19%.

Enquanto em 2008 a contagem de ciclistas em um dia apontava para 519 bikes na avenida, em 2016 o número cresceu para 1.226. Três pontos diferentes da Sete de Setembro foram usados como referência para a coleta de dados.

Artigos relacionados


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0