Bike pelo mundo: Paris

Bike pelo mundo: Paris

Movimento Conviva

Croissants degustados sobre duas rodas? É isso mesmo, chegamos em Paris. O berço dos romances e cenários de cinema é também um lugar amigável para os ciclistas – alguém já ouviu falar do Tour de France? Mas é claro que nem sempre foi assim.

Bike lanes em Paris. Foto: reprodução

O sistema de compartilhamento de bikes Vélib é o segundo maior do mundo, com cerca de 23 mil bicicletas para aluguel, distribuídas em 1.450 estações. Esse movimento começou em 2007, quando Paris sentiu inveja de Lyon, a terceira maior cidade da França.

Seguindo o exemplo da cidade vizinha, que teve sua paisagem mudada pelos ciclistas transitando pelas ruas, Paris abraçou a cultura das bicicletas. O prefeito da época, Bertrand Delanoë, que criou o sistema, disse que as bikes ajudariam a criar uma nova imagem de Paris: mais silenciosa, limpa e com um estilo de vida saudável.

Escultura de roda de bicicleta no Parc de La Villette, em Paris, França. Foto: reprodução

Aos que pensam que tudo é perfeito nos países desenvolvidos, é bom saber que dados oficiais informam que, no primeiro ano do Vélib, 8 mil bicicletas foram roubadas e 16 mil vandalizadas. Mesmo com esses problemas, o sistema, que completou 5 anos no dia 14 de julho de 2012, 138 milhões de pessoas já usufruiram do sistema e há 225 mil inscritos fiéis para a pedalada do dia-a-dia – a população da cidade é de 2,3 milhões de pessoas.

Em 2011, o investimento no Vélib se pagou e deve se tornar rentável em algum momento deste ano e a capital francesa faz bonito diante das principais cidades europeias e também diante do mundo.

E, por mais curioso que seja, saiba que todos riram do prefeito diante de sua proposta a favor da mobilidade alternativa. E hoje todos convivem felizes. Reflita você também. Acredite. Conviva. 🙂

 

 

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran