Berlim planeja cada vez mais espaço e incentivo às bikes

Berlim planeja cada vez mais espaço e incentivo às bikes

Movimento Conviva

Berlim está investindo em um novo projeto para que os alemães queiram pedalar mais do que andar de carro. A novidade é a cara de Berlim, uma das cidades mais inovadoras em mobilidade urbana e também entre as mais cicláveis do mundo.

O Secretário de Transportes, Jens-Holger Kirchner, afirmou para o jornal alemão Der Tagesspiegel que “quem dirige em Berlim tem bastante tempo”, se referindo ao crescente trânsito nas vias da cidade.

Um de seus planos, como recém-denominado responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Transporte e Proteção Climática, é permitir que as fábricas de automóveis só coloquem mais veículos nas ruas se eles tiverem a capacidade de poluir menos o ar. Além de proteger os moradores contra emissões excessivas de gás carbônico, preocupação crescente em todo o mundo, a ideia é incentivas modais ativos de transporte.

Hoje, Berlim já vê a maior parte de sua população usufruir de meios de transporte coletivos ou ativos: quase 40% usam o transporte público, enquanto 14% andam ou pedalam até o trabalho.

Kirchner, contudo, quer ainda mais. Ele quer aumentar o número de ciclistas em 50% para deixar Berlim mais próxima da capital mundial do ciclismo, Copenhague. Segundo ele, não é só uma questão ambiental: pedalar é uma questão de segurança. Um dos planos para aumentar o uso da bike como meio de transporte é criar um novo sistema de compartilhamento de bicicletas, já que Berlim acaba de ganhar um sistema de compartilhamento de automóveis.

Outra coisa que está em votação é um projeto de Lei que pune ferrenhamente os infratores no trânsito. A ideia é tornar o ato de pedalar o mais seguro possível.

Movimento Conviva

Instagran Youtube

Ciclofaixa São Paulo

Instagran Youtube

Ciclofaixa Osasco

Instagran